Informações
 Controle de Qualidade
 Acompanhe seu Exame
Dicas de Saúde
Exame toxicológico para Concursos Públicos !

Exame toxicológico para Concursos Públicos é no Laboratório Exame!

Traga o seu edital/pedido médico e confirme a qualidade de nossos serviços!!!

O Laboratório EXAME é credenciado da Psychemedics Brasil na coleta de amostras (cabelos ou pêlos) para realização dos exames toxicológicos de "larga janela de detecção" e nossos colaboradores receberam treinamento especializado garantindo assim a qualidade dos serviços prestados!!!  Ligue já e agende seu exame toxicológico.

Os melhores preços, melhores condições de pagamento é só no Laboratório EXAME !!!

Atendimento ao Plano Sul América!

É com grande satisfação que anunciamos nosso mais novo parceiro, Sul América Saúde!

Agora você pode ser atendido no Laboratório EXAME com seu convênio Sul América, basta trazer o seu pedido médico, sua carteira do convênio e um documento com foto!

 

Caminhar reduz risco de câncer de mama

Embora a atividade física intensa seja muito positiva para prevenir o câncer de mama em mulheres na pós-menopausa, simples caminhadas já oferecem uma proteção extra contra esse mal. Pelo menos é isso o que diz um estudo publicado no jornal científico da Associação Americana para a Pesquisa do Câncer. Depois de avaliar 73 615 voluntárias, os pesquisadores perceberam que quem praticava cerca de 1 hora de exercício físico vigoroso diariamente tinha 25% menos probabilidade de sofrer com a doença. Já o risco de tumores mamários nas mulheres que realizavam a caminhada com essa mesma frequência era 14% menor. Ou seja, uma atividade mais leve é capaz de oferecer importantes benefícios para a saúde. Um baita incentivo para você se mexer !!!

Candidíase, você já teve este problema?

Os números largamente divulgados pela comunidade médica assustam: três a cada quatro mulheres terão candidíase no decorrer da vida. Mas que doença é essa que se torna tão comentada no verão?
 

Trata-se de uma infecção causada por fungos que acomete a pele e mucosas, como os genitais e a boca.


"O Candida albicans ‘mora’ na pele naturalmente, inclusive dentro da vagina. Mas em condições favoráveis, os fungos começam a crescer exageradamente, e é esse desequilíbrio que desencadeia a doença",

O que causa o desenvolvimento da doença?


Os fungos proliferam-se com mais facilidade em ambientes abafados; por esse motivo, a candidíase vaginal é mais comum nos meses de verão.

Uma imunidade baixa e o uso de antibióticos também podem favorecer o desenvolvimento, pois destroem a flora vaginal natural e acabam criando condições para o crescimento desse agente infeccioso.

Como saber se eu sofro deste mal?

A doença provoca sintomas, entre os mais comuns coceira na vagina, desconforto ao urinar e dor durante as relações sexuais. Outro sintoma importante é um corrimento com aspecto de leite talhado que costuma ser branco, mas pode ser esverdeado.

Se tiver qualquer suspeita de que está contaminada, não se apavore e procure o seu ginecologista,  um simples exame, também chamado de Bacterioscopia de secreção vaginal já auxilia o diagnóstico. Existem exames mais específicos.

A candidíase é contagiosa?

Apesar de não ser considerada uma Doença Sexualmente Transmissível, ela pode ser passada de um parceiro para o outro em uma relação sexual.

Homens também têm candidíase?

Sim. A patologia nos homens causa coceira, irritação e deixa placas avermelhadas ou esbranquiçadas. Inclusive, esse não é um mal exclusivo de partes íntimas: o popular pé de atleta nas unhas e o sapinho na boca também são tipos de candidíase. Ambos são causados pelo mesmo fungo, mas em cada local a doença ficou conhecida por um nome diferente.

O distúrbio tem cura?

Sim, e o tratamento é bem simples. Pode ser via oral ou por meio de pomadas tópicas. Entretanto, é preciso cuidar sempre para evitar as condições favoráveis para o crescimento dos fungos novamente. Caso contrário, a doença volta a se manifestar com frequência, o que é chamado candidíase de repetição.

Bebida alcoólica altera os exames laboratoriais?
Aprovada vacina gratuita contra HPV para mulheres...

 

Aprovada vacina gratuita contra HPV para mulheres entre 9 e 45 anos!


Meninas e mulheres, com idade entre 9 e 45 anos, poderão ter o direito de receber gratuitamente a vacina contra o papilomavírus humano (HPV) pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O projeto foi aprovado hoje pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado.

A ideia é oferecer para a população nessa faixa etária um aliado no combate ao HPV, vírus transmitido por contato sexual que vem se...ndo considerado a principal causa do câncer do colo de útero.
Agora o projeto da senadora Vanessa Grazziotin, do PCdoB do Amazonas, seguirá agora para a Comissão de Assuntos Sociais e, se aprovado, irá direto para a Câmara dos Deputados. Para entrar em vigor a proposta tem que ser aprovada no Congresso e depois ser sancionada pela presidente Dilma.
O câncer de colo uterino é o segundo tumor maligno de maior incidência na população feminina no país, só perdendo para o câncer de mama, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca).

São estimados 18.430 novos casos da doença e 4.800 mortes por ano.

Além disso, observa que a maior incidência ocorre entre mulheres de baixa renda e menor escolaridade nas regiões Norte e Nordeste.

Apesar dos altos custos associados a um programa abrangente de vacinação contra o HPV, a relatora, Ângela Portela, afirma que os avanços sociais e sanitários vão superar os gastos com ampla vantagem.

Atualmente, a vacina é oferecida apenas em clínicas privadas, por preços nunca inferiores a R$ 600,00 pelas três doses necessárias e que podem chegar perto de R$ 1.500,00 em alguns estabelecimentos.

As informações são da Agência Senado.

Originalmente postado na página: Mulher Melhor 
Saúde da Mulher: Exame de Papanicolau
O Laboratório Exame informa que procede a coleta de material para o exame preventivo de câncer do colo do útero (Papanicolau), a coleta é realizada por técnicas treinadas mediante agendamento.

A importância da realização periódica do exame preventivo ou também conhecido como papanicolau, possibilita o diagnóstico precoce de alguma alteração ou doença, o que permite um tratamento mais efetivo, aumentando a possibilidade de cura.

*Toda mulher que já possui vida sexual ativa deve fazer o exame anualmente!!!

E você, mulher? Há quanto tempo não realiza seu exame Preventivo? Cuide-se, prevenção é a melhor forma de manter a sua saúde em dia!
Homem faz pré-natal? Atualize-se!

Check-up masculino investiga a qualidade dos espermatozoides e até presença de DSTs...

 

 

 

Uma mulher com mais de 40 anos que decide engravidar não perde tempo: marcar uma consulta com o ginecologista para avaliar suas condições de saúde e eventuais riscos para ela própria e para o bebê faz parte do processo e pode, até mesmo, mudar os planos do casal. Isso porque, nessa faixa etária, aumenta bastante a incidência de problemas como diabetes gestacional e eclampsia, no caso da mãe, e de alterações genéticas que geram situações como a Síndrome de Down. Uma investigação cautelosa e que, até hoje, tinha o homem como espectador de grande interesse. 

 

 

 

 

 

O cenário tende a mudar a partir de agora, com um estudo que vem causando rebuliço na comunidade científica e também entre os casais de idade mais avançada. A pesquisa, publicada na prestigiosa revista Nature mostrou que a participação do homem na concepção é muito maior do que se imaginava. Por meio de uma pesquisa com 78 famílias, foi possível quantificar o risco de uma criança ter autismo ou esquizofrenia de acordo com a idade do pai, ano a ano - e a conclusão é simples: a partir dos 40 anos, os riscos aumentam.

Segundo o urologista Aguinaldo Nardi, presidente da Sociedade Brasileira de Urologia, este é apenas mais um indicador de que homens também deveriam fazer um check-up de prevenção, ainda que, neste caso, não exista tratamento. "O estado de saúde do pai também pode afetar direta ou indiretamente o bebê", afirma o especialista. O pré-natal masculino, apesar de pouco conhecido, é oferecido inclusive nas redes públicas de saúde, veja quais são as etapas.

 

Sorologia

 

"Realizar um exame de sorologia antes da concepção não é sinal de falta de confiança entre o casal, mas de preocupação com a saúde de ambos", afirma o infectologista Marcos Antonio Cyrillo, da diretoria da Sociedade Brasileira de Infectologia. Segundo ele, muitas pessoas nem sabem que são portadores de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

A sorologia é feita por meio de um exame de sangue simples para identificar doenças como hepatite, sífilis e AIDS. Como todas elas são sexualmente transmissíveis, podem ser passadas para a futura mãe e, consequentemente, para o bebê. Na melhor das possibilidades, a criança não é contaminada, mas é possível que nasça com problemas ou mesmo sem vida.

"A partir do resultado, o casal pode repensar a gestação ou iniciar um tratamento que diminua o risco de contágio", aponta o infectologista. Quanto antes o problema for identificado, mais eficaz o controle.

 

Espermograma

 

O espermograma é um dos primeiros exames solicitados quando o assunto é fertilidade masculina. "Por meio da avaliação do sêmen é possível identificar diversos fatores fundamentais para o casal que está tentando engravidar, como a qualidade e a motilidade dos espermatozoides", afirma o ginecologista Márcio Coslovsky, especialista em reprodução assistida e diretor da Primordia Medicina Reprodutiva.

Segundo o especialista, a poluição, o estresse e maus hábitos, como o tabagismo, fizeram com que a qualidade dos espermatozoides venha decaindo progressivamente. "Em 40% dos casos em que o casal não consegue ter um filho, o problema é masculino", afirma.

Descobrir tais características ainda nas primeiras tentativas pode poupar tempo e evitar repetidas decepções. Em alguns casos, o uso de polivitamínicos pode ser a solução. Outros resolvem-se com tratamentos para infertilidade mais elaborados. "Quanto mais jovem o casal, maior a chance de sucesso em técnicas de reprodução humana", lembra o urologista Aguinaldo Nardi, presidente da Sociedade Brasileira de Urologia.

 

A idade do pai

 

Como apontado no estudo da Nature, quanto mais idade o pai tiver, maior o risco de o bebê nascer com autismo ou esquizofrenia. Segundo o ginecologista Márcio, biologicamente falando, a melhor idade para que o homem tenha um filho é entre 25 e 35 anos. Na prática, os casais estão tendo filhos cada vez mais tarde por questões de planejamento.

Enquanto a mulher já nasce com determinado número de células que, mais tarde, darão origem aos óvulos, homens produzem espermatozoides durante toda a vida. A qualidade dos espermatozoides, entretanto, vai diminuindo gradativamente. "Isso faz parte de um processo natural de envelhecimento", afirma o urologista Aguinaldo.

Por isso, o casal deve avaliar se estará disposto a assumir o risco de ter uma criança já mais velhos ou avaliar opções como a adoção. "Fundamental é a participação do pai durante toda a gestação, seja fazendo os exames pré-natais, seja acompanhando a mulher nas consultas", afirma o ginecologista Márcio.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Diabetes, como previnir?

A Diabetes Mellitus está entre as cinco doenças que mais matam, chegando cada vez mais ao topo da lista. É uma doença metabólica caracterizada pelo aumento anormal de glicose (açúcar) no sangue. Embora ainda não haja uma cura definitiva, há vários tratamentos que podem melhorar a qualidade de vida:

 

- PRINCIPAIS SINTOMAS DO DIABETES

• Aumento do volume urinário (acima de 2.500 ml por dia - observar que é volume, e não frequência)

• Sensação de sede em demasia

• Fome excessiva

• Perda involuntária de peso

• Fadiga, Fraqueza e Letargia

• Prurido cutâneo e vulvar

• Inflamação conjunta da glande e prepúcio

• Infecções regulares

Atenção: na maioria dos casos o diabetes é assintomático.

 

- FATORES DE RISCO

• Urbanização crescente

• Idade maior de 45 anos (envelhecimento da população)

• Estilo de vida pouco saudável, como: sedentarismo, dieta inadequada e obesidade

• Sobrepeso (IMC - índice de massa corporal maior ou igual a 25)

• Antecedente familiar

• Hipertensão arterial (maior que 14 por 9)

• Colesterol e/ou triglicerídios maior que o normal

• História de macrossomia ou diabetes gestacional

• Diagnóstico prévio de síndrome de ovários policísticos

• Doença cardiovascular, cerebrovascular ou vascular periférica definida

 

- PREVENÇÃO DE RISCOS

• Mudanças de estilo de vida

• Redução de peso (entre 5 a 10% do peso)

• Manutenção do peso perdido

• Aumento da ingestão de fibras

• Restrição de gorduras, especialmente as saturadas

• Aumento de atividade física regular

Colesterol, como combatê-lo!

O Colesterol é a gordura da alimentação absorvida no intestino que entra na corrente sanguínea, sendo transportada por proteínas até formar o complexo lipoproteína (lipo = gordura).

As principais lipoproteínas são: HDL (conhecido como o bom colesterol), o LDL (denominado como o mau colesterol) e o VLDL.

Quando o colesterol atinge níveis altos, oriundos de distúrbio genético somado à alimentação incorreta, as artérias são obstruídas por blocos de gorduras, que interrompem a irrigação normal do sangue, levando às lesões e até à morte da região atingida. “Como exemplos podemos citar a obstrução das artérias do coração, que pode causar um infarto e impedir o órgão de bombear o sangue para todo o corpo, e a obstrução de artérias que irrigam o cérebro, o que pode acarretar um acidente vascular cerebral, conhecido pela sigla AVC”, orienta o médico Dr. Mauro Scharf.

Como é uma doença silenciosa, que não apresenta sintomas, o diagnóstico é feito por meio de análises do sangue do paciente. Por isso, é muito importante a realização de exames periódicos.

O tratamento do Colesterol Alto deve ser baseado em medicamentos adequados, alimentação balanceada e sem excesso de gorduras, além  habituar-se à praticar de exercícios físicos.

 

 

Como aumentar o HDL (colesterol bom) e diminuir o LDL (colesterol ruim)?

 

É necessário uma mudança do estilo de vida; Algumas atitudes importantes podem ser tomadas facilmente:

 

  • Dieta alimentar equilibrada;
  • Prática de exercícios físicos (caminhar, correr ou andar de bicicleta de 3 a 6 vezes por semana por 40 minutos);
  • Parar de fumar (o fumo leva a queda de HDL);
  • Praticar exercícios;
  • Perda de peso, quando necessário.
SEXAGEM FETAL: Descubra o sexo de seu bebê!

Aprenda mais sobre o exame de Sexagem Fetal, que permite descobrir o sexo de seu bebê antes de exames de ultrassom... 

 

Sexagem fetal é um teste utilizado para se determinar o sexo do bebê por meio de uma pequena amostra de sangue periférico materno, pode ser realizado à partir da 5ª e 8ª semana de gestação. Uma vez que, tanto células fetais quanto, principalmente, o DNA fetal livre de célula atravessam a barreira placentária e alcançam a corrente sanguínea da gestante. Assim, uma simples punção venosa permite a realização do teste em qualquer situação em que se deseje conhecer o sexo do bebê.

Esse teste se baseia na identificação de sequências do cromossomo Y numa amostra de plasma materno por meio da técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR). Como apenas indivíduos do sexo masculino possuem esse cromossomo sua presença indica um menino e, por exclusão, sua ausência. 

VACINA CONTRA A GRIPE VALE A PENA?

A vacina contra a gripe é mundialmente considerada a maneira mais eficaz de se previnir contra a doença. A imunização das pessoas de alto risco evita muitas mortes pela gripe e suas complicações.

A imunização das pessoas da área de saúde que cuidam dos pacientes de alto risco, também diminui a transmissão da gripe, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida das populações. Além disso, a qualidade e segurança das vacinas contra a gripe disponíveis têm demonstrado, por um grande número de estudos, uma alta eficácia, em torno de 70 a 90%.

Mesmo nos idosos, em que a eficácia das vacinas parece ser menor, verifica-se nas populações vacinadas acentuadas reduções na incidência de doença respiratória, pneumonia, internação e morte.

 

Fonte: www.vacinacontragripe.com.br

www.examesinop.com.br - Todos os direitos Reservados - Copyright© 2011